quarta-feira, 3 de setembro de 2014

O teste deu positivo! E agora?

Para quem é ou já foi mamãe de primeira viagem vai saber a sensação de fazer o teste de farmácia e ser contemplada com os dois tracinhos vermelhos! É um misto de alegria, medo, ansiedade, desespero, que se resume em um único sentimento: AMOR! Sim, um amor que não cabe no seu peito, mesmo sem saber nada a respeito!


Eu e meu marido já estávamos tentando engravidar. Já tínhamos mais de 1 ano e meio sem nos prevenir e a cada mês a ansiedade tomava conta de nós e a tristeza com cada vinda de menstruação só aumentava. Estávamos tentando, isso era fato! Mas, Deus achou que esse era o momento!

Para quem não sabe, sempre quisemos engravidar, mas queríamos curtir o casamento. Ele muito mais que eu, queria essa gravidez desde quando nos casamos. Em janeiro de 2013, resolvi dar esse presente a nós dois e parei de tomar o anticoncepcional. Achava eu que, como tomei a pílula a minha vida inteira, iria demorar a engravidar! Mas a minha ansiedade era maior que tudo e era isso que atrapalhava...

A maioria das minhas amigas mais próximas já haviam engravidado ou já tinham os seus bebês. Só faltava eu e Gi, uma amiga irmã que a vida me deu. Em outubro de 2013, ela descobriu que estava grávida e eu fiquei muito feliz por ela, mas ao mesmo tempo achando que não iria nunca chegar a minha vez...

Em dezembro, nos encontramos, como sempre fazemos todo final de ano, e ela e Marcel, seu marido, nos presenteou com o livro Kairós, do Pe. Marcelo Rossi. Ela disse que tinha lido esse livro e que descansou em Deus, aguardando o seu momento e ele veio! Resolvemos ler o livro todos os dias antes de dormir, juntos, eu e Murilo, e após a sua leitura, resolvemos esperar.... A nossa hora estava reservada.

2014 chegou e com ele um novo ano. Nosso início de ano foi terrível!!! Pior possível!!! Aconteceram milhares de coisas que nos tiraram o foco da tão desejada gravidez. Até que um dia, conversando sobre isso, Murilo disse que filho não era prioridade nesse momento para ele e que, caso a gente não conseguisse engravidar, adotaríamos. Fiquei triste, mas se fosse a  vontade de Deus, iríamos respeitar!

Minha menstruação nunca foi certinha, principalmente sem tomar remédio. Ela sempre atrasava e isso me deixava louca, achando que poderia estar grávida. Fiz inúmeros testes e todos davam negativo. Mas, em agosto de 2014, minha sobrinha, do nada, olhou para mim e disse: "Tia Dani, você está grávida!". Como eu estava num processo de emagrecimento pesado, não liguei e achei que fosse a bata que eu estava vestindo no dia que tinha me deixado barrigudinha. Mas, passou...

Minha menstruação atrasou 3 dias e nesse final de semana, minha mãe e meu marido diziam que eu estava grávida e eu sempre dizia que não, que não iria encher a minha cabeça com isso, já que tinha passado por coisa parecida outras vezes e sempre me entristecia... Mas, Murilo saiu, numa segunda-feira, para o curso que ele está fazendo e voltou com um teste de farmácia... Fiz, pedindo a Deus que se o resultado fosse negativo mais uma vez que ele me mostrasse o caminho. Qual não foi a minha surpresa quando as duas tirinhas subiram!!! SIM, EU ESTAVA GRÁVIDA!!!

Corri para fazer o Beta HCG e ele só confirmou o que o teste anterior tinha dado! Dessa vez era verdade!!! E agora? O medo? As dúvidas? Os anseios? Os questionamentos? Tudo passava pela minha cabeça como um filme, não sabia o que fazer! Estava muito feliz para acreditar que não seria verdade!!!!


Para quem já é mãe, mesmo que ainda na barriga, essa é a melhor notícia do mundo!!!! Mesmo sem saber nada, você se entrega de corpo e alma a esse ser que já depende de você e que você ama incondicionalmente!!!!

Estou muito feliz e espero que vocês possam compartilhar as suas histórias comigo através do blog, que será uma espécie de diário da minha vida a partir de agora! Quero dicas, sugestões e  trocas de experiências com todas vocês!

Beijos,

Mamãe de um bebê

Nenhum comentário:

Postar um comentário